Caminhão coletor compactador de lixo é entregue a população de Paranã

0

 

“Este é um momento histórico para a população de Paranã e por isto estou muito feliz”, com estas palavras o prefeito Fabrício Viana demostrou a satisfação pela entrega na tarde desta sexta-feira,9, de um caminhão colector compactador de lixo.

O veículo foi adquirido com apenas três meses de gestão e custou cerca de 300 mil pagos com recursos próprios.

Com capacidade para 19 toneladas de resíduos, o veículo tem o dobro da capacidade dos outros caminhões que formam a frota improvisada utilizada na limpeza pública da cidade.

“Antes a coleta de lixo era feita em caminhão caçamba com 15 anos de uso, o que não é ideal, com a aquisição deste caminhão coletor será possível melhores condições de trabalho para aqueles que atuam no recolhimento dos resíduos e também para a população de Paranã que terá um serviço de qualidade. Este caminhão trará não só dignidade de trabalho para os funcionários, mas também organização na coleta. Faço uma administração coerente e com responsabilidade e sei que estamos transformando Paranã em uma cidade melhor”, afirmou o prefeito durante pronunciamento.

Campanha de conscientização

A prefeitura da início também nos próximos dias a campanha de conscientização dos moradores sobre o descarte correto dos resíduos.

Para o prefeito, a campanha de conscientização é fundamental para que as pessoas tenham uma nova atitude.

” É preciso haver uma campanha forte para permitir que a nossa cidade sempre esteja limpa e bonita, pois a coleta de lixo eficiente depende da colaboração de toda população”.

O prefeito lembrou ainda no discurso para que a população esteja atenta aos horários fixado pela Secretaria de Infraestrutura para a coleta do lixo.

“É importante que o morador observe os horários que o caminhão coletor passa.  É necessário colocar o lixo para fora próximo ao horário da passagem do caminhão, simples atitudes evitam que o lixo seja espalhado por animais da rua”, finaliza.

 

Monik Helen Gomes de Sousa

Compartilhar:

Os comentários estão fechados.


Acessibilidade
Acessibilidade